default-logo1
default-logo1
02
OUT
2018

As vantagens do GLP para uso de secagem de produtos agrícolas

Posted By :
Comments : Off

Fonte: Nordeste Rural | Home  Recife | PE

Muita gente pensa que o GLP – gás liquefeito de petróleo –  é, e pode ser apenas usado como o popular gás de cozinha nos botijões que acendem fogões para cozinhar alimentos. Porém, trata-se de um produto que vem ganhando cada vez mais usos por sua eficiência, capacidade e por ser combustível limpo. Atualmente, o setor agro é o terceiro maior consumidor de GLP perdendo apenas para o mercado comercial (que inclui o uso doméstico) e industrial – corresponde, hoje, a cerca de 8% da venda de GLP no Brasil. O uso do GLP em secagem de grãos e sementes tem crescido bastante.

Para  Vicente Longatti, gerente nacional de vendas industriais da Copagaz,  o GLP pode ser usado, que vantagens financeiras, ambientais, de saúde e em qualidade e produção. Entre essas vantagens, destaca, por exemplo, que o GLP reduz o grau de umidade depois da colheita do grão e semente, evitando perdas com fungos e germinação no processo de estocagem e armazenamento pré-venda ao consumidor

Outras vantagens vem do seu poder  calorífico. O GLP melhora a qualidade final do grão e da  da semente – evita quebra do grão e deixa com aspecto visual mais limpo. Também não tem cheiros, pois evita contato com fumaça e monóxidos gerados pela lenha e biomassa, por exemplo.

Através da utilização do GLP é possível proporcionar controle e uniformidade durante todo o processo, o que é essencial para um produto de qualidade superior, no caso da torrefação de café, onde se obtém controle total da temperatura durante o processo de secagem.

O GLP também polui menos e não contribui com a destruição da mata nativa, oferecendo  menos riscos de saúde para quem trabalha com ele, pois evita exposição ao calor e partículas tóxicas geradas na queima de lenha e biomassa. Finalmente, analisando a questão econômica, o GLP proporciona ganho de 20% a 30% na produtividade, gerando mais lucro para o produtor rural.