default-logo1
default-logo1
28
OUT
2018

Em sabatina, Haddad lamenta Bolsonaro não comparecer nos debates: ‘Despreparado’

Posted By :
Comments : Off

Fonte: O Dia

Rio – Fernando Haddad (PT) participou de uma sabatina, na noite desta sexta-feira, na TVE Bahia após seu adversário Jair Bolsonaro (PSL) não aceitar participar do debate realizado pela Rede Globo. Esta foi a primeira vez desde a redemocratização que uma eleição presidencial não teve debate no 2º turno entre os concorrentes ao posto de Presidente da República.

Durante a entrevista, Haddad lamentou o fato. “Quero dizer para vocês que eu lamento muito estar aqui sozinho. Lamento a decisão que a Rede Globo tomou de cancelar o debate ou a sabatina no caso da ausência do meu adversário. Isso foi feito no Distrito Federal. Na minha opinião, em respeito ao cidadão. É um erro a gente imaginar que gente favorece uma pessoa e isso fica por isso mesmo. Eu lutarei para que a Presidência da República não seja assumida por uma pessoa despreparada, que não tem a coragem de enfrentar um professor que está a 18 anos na vida pública, de cara limpa, desafiando meu adversário a debater os assuntos que vão reger a sua vida por quatro anos”.

Na entrevista, que teve duração de pouco mais de uma hora, Haddad foi questionados sobre os principais temas atuais: economia, segurança pública, emprego, educação e fake news.

Quando questionado sobre sua política para o gás de cozinha, em que prometeu um preço de R$ 49, Haddad afirmou que é possível reduzir o preço. “O gás representa 4% do faturamento da Petrobras. Ao contrário do diesel, que teve um acordo com os caminhoneiros e da gasolina, que não teve acordo nenhum com ninguém. Só que o gás é item da cesta básica. Gás de cozinha prejudica as famílias muito pobres desse país que estão voltando para a lenha e para o álcool para cozinhar, inclusive com graves consequências para saúde pública. Tem vários casos de queimaduras em nossos hospitais em função desse aspecto. Fizemos a conta e remanejando recursos da própria empresa sem causar nenhum prejuízo conseguiríamos colocar o gás nesse preço”.

Participaram da entrevista os jornalistas Bob Fernandes, da TV Gazeta; Juca Kfouri, da TVT; Regiane Oliveira, do EL PAÍS Brasil; e Tereza Cruvinel, do Jornal do Brasil.