default-logo1
default-logo1
08
JUL
2019

Chama Segura traz troca gratuita de reguladores e mangueiras de gás neste sábado a Adamantina

Posted By :
Comments : Off

Fonte: Siga Mais | Home  Adamantina | SP

Liquigás Distribuidora patrocina, no dia 06 de julho (sábado), ação da Campanha Chama Segura em Adamantina, na EMEF Prof. Eurico Leite de Moraes. O evento, que promove o uso correto e seguro do botijão de gás liquefeito de petróleo (GLP), acontecerá às 8 horas, própria escola, localizada no Jardim Adamantina.

Durante o evento, os participantes assistem às palestras ministradas pelos Bombeiros Educadores. O principal foco da campanha é a conscientização da população sobre as formas corretas de se transportar, armazenar, manusear e instalar o botijão de GLP.

A Campanha também contribui para a melhoria das condições de segurança das famílias participantes, com a troca gratuita de mangueiras, abraçadeiras e reguladores de botijões de gás vencidos ou em condições inadequadas de conservação por kits novos. Para participar, basta comparecer ao local no horário indicado para a realização da ação. Os participantes que levarem seu kit de instalação usado poderão trocá-lo por um novo.

Segundo o Corpo de Bombeiros da Polícia Militar do Estado de São Paulo, a falta de conhecimento sobre o uso correto do GLP e a manutenção inadequada dos equipamentos de instalação podem contribuir para a ocorrência de casos de incêndios.

De acordo com dados fornecidos pela Coordenadoria Operacional do Corpo de Bombeiros, foram registradas 2072 ocorrências envolvendo GLP, em 2018, no estado de São Paulo: 1901 vazamentos e 171 incêndios. (Continua após a publicidade…)

Chama Segura

A Campanha Chama Segura, lançada em 2011, é promovida e organizada em parceria com o Corpo de Bombeiros e a Fundação de Apoio ao Corpo de Bombeiros da Polícia Militar do Estado de São Paulo (FUNDABOM). Até o ciclo de 2018 foram realizadas 297 ações, contemplando mais de 100 mil pessoas na capital, interior e litoral do Estado, distribuindo cerca de 29,6 mil kits novos e retirando de circulação mais de 10 toneladas de kits fora do prazo de validade (que é de 5 anos), em condições inadequadas de conservação ou fora das especificações técnicas das normas vigentes.