default-logo1
default-logo1
20
MAIO
2020

Coordenador da Cufa explica a parceria com a Ultragaz

Posted By :
Comments : Off

Fonte: Acontece Agora | Home  São Paulo | SP

Coordenador da Cufa explica a parceria com a Ultragaz. Em entrevista para a equipe do Jornal Acontece, fica esclarecido como tudo começou.

A Central Única das favelas, também conhecida como Cufa, está realizando trabalhos sociais cada vez mais incríveis em tempos de isolamento social, ajudando muitas famílias em situação de vulnerabilidade a ter mais dignidade em tempos de pandemia provocada pelo coronavirus.

O Grupo Acontece teve a oportunidade de entrevistar um dos coordenadores da CUFA. O Dedé, coordenador da Cufa explica a parceria com a Ultragaz, em detalhes. E na decorrência dessa parceria, serão distribuídos, na Zona Leste, a quantidade de 8.000 botijões de gás para atender a demanda de famílias carentes na região.

Acompanhem a fala do coordenador em relação a quantidade de botijões:

“Essa primeira ação em parceria com a Ultragaz, são 8.000 botijão de gás, isso aí tá fortalecendo muito essas famílias, essas mães da favelas que estão passando por um momento difícil, a gente sabe que o gás é o combustível pra fazer o alimento, o café da manhã, o almoço, a janta. E está chegando o alimento e agora graças a Deus está chegando o gás também. Então só temos que agradecer a Ultragaz, a Cufa néh, e todos os apoiadores em geral aí, Cufa contra o vírus.

Dedé, relatou a equipe do Jornal Acontece, como nasceu essa construção de parceria com a empresa Ultragaz:

“Essa parceria nasceu do projeto Mães da Favela, em uma entrevista lá na favela do Heliópolis, onde um dos coordenador, que é o Marcivan, que tava cadastrando uma mãe no projeto Mães da Favela, e ela falou, meu, bacana! Mas vai chegar o alimento, só que a gente tem outras necessidades, tem gás, tem outras contas. Então assim, as empresas, eu acho que acabou vendo essa reportagem e entraram em contato e falou: a gente quer fazer essa diferença, a gente quer levar esse gás de cozinha pra essas mães pra tá suprindo essa necessidade, pelo menos nesses primeiros meses aí, que a gente sabe que vai ser difícil.”

Enquanto a dificuldade se faz presente em tantos lugares nesse momento de pandemia, existem pessoas que se sobressaem e buscam aliviar a dor do outro. A palavra que sobressai nessa pandemia, é a palavra Solidariedade!