default-logo
20
ABR
2017

Suape e empresas do Complexo discutem ações do Plano de Ajuda Mútua 2017

Posted By :
Comments : 0

Fonte: Brazil Modal

Equipes das empresas instaladas no Complexo Industrial Portuário de Suape, que integram o Plano de Ajuda Mútua (PAM) para prevenir, controlar e minimizar situações de emergência na área portuária e adjacências discutiram, nesta terça-feira (18/4), os desdobramentos das ações realizadas em 2017. O PAM é gerenciado pela Diretoria de Meio Ambiente e Sustentabilidade, por meio da Coordenadoria Executiva de Planos de Contingência, e conta com a cooperação de 24 empresas do Complexo para agirem em casos de emergência prevenindo danos materiais, ambientais e humanos nas instalações portuárias.

Segundo a coordenadora executiva dos Planos de Contingência, Janaína Barros, nivelar as informações é fundamental para que as empresas possam saber como devem seguir o fluxograma do acionamento do plano. “Vários personagens estão envolvidos nas ações e são fundamentais para que o trabalho ocorra com sucesso. Queremos potencializar os resultados para atender as exigências legais dos órgãos de controle”, salientou. A coordenadora também explanou, no encontro, sobre as ações do Plano de Controle de Emergência (PCE) e do Plano de Gerenciamento de Riscos (PGR) fundamentais para garantir a segurança e o funcionamento na área do Complexo.

Participaram da reunião equipes da Refinaria Abreu e Lima, Transpetro, Decal, Pandenor, Temape, Liquigás, Copagaz, Localfrio, Brasilgás, M&G Polímeros, Tequimar, Petrobras, Supergasbras e Ultragaz. Os encontros com os integrantes do PAM em Suape ocorrem mensalmente, com o objetivo de aproximar as empresas e as instituições instaladas na área do Porto Organizado.

SOBRE O PAM – O PAM é instituído pela Norma Regulamentadora nº 29, do Ministério do Trabalho e Emprego, e pela Lei Estadual Nº 14.919, de 8 de março de 2013. Em Suape, o plano é composto por empresas situadas no Porto Organizado e em demais áreas de influência, em parceria com o Corpo de Bombeiros, a Defesa Civil, o Batalhão Estadual da Polícia Rodoviária, Secretaria de Saúde de Ipojuca, o Centro de Assistência Toxicológica de Pernambuco (Ceatox-PE) e outros órgãos de proteção ambiental.

FacebookTwitterGoogle+Compartilhar

Deixe seu comentário

*

captcha *