Fonte: br.investing.com

 

RIO DE JANEIRO (Reuters) – A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) deverá colocar, em uma ou duas semanas, em consulta pública, uma minuta de resolução sobre o reajuste dos preços dos combustíveis, afirmou a jornalistas nesta terça-feira o diretor-geral, Décio Oddone.

A minuta será fruto de uma tomada pública de contribuições realizada pela autarquia entre junho e julho, para coletar sugestões, dados e informações sobre a criação de uma norma para definir uma possível periodicidade mínima para o repasse do reajuste dos preços dos combustíveis aos consumidores.

As empresas foram chamadas pela agência a opinar depois de uma greve histórica de caminhoneiros contra os altos preços do diesel, em movimento que causou grandes impactos à economia brasileira.

Atualmente, a ANP está avaliando contribuições enviadas por 115 entidades e pessoas físicas sobre o tema.

“A ideia é a consulta pública com minuta de resolução, que vai ter alguma sugestão que a gente não sabe qual é ainda, o pessoal está estudando”, afirmou Oddone, a jornalistas, ao participar de evento no Rio de Janeiro.

Questionado em quantas semanas a consulta pública poderia ser iniciada, Oddone respondeu: “Uma ou duas semanas, espero”.

(Por Pedro Fonseca)


Copyright © 2016 - Sindigas - www.sindigas.org.br — Todos os direitos reservados - Política de Privacidade